Jovens no CAMP Caxingui

Programas Oferecidos – TransformAção

Oferecido aos jovens oriundos de famílias em alta vulnerabilidade social da região.

Promove aos assistidos uma orientação à sua inserção ao mundo do trabalho. São realizados durante o Programa – oficinas, exercícios e treinamentos que visam proporcionar a promoção social do jovem assistido.

Realização: 2ª a 6ª feira no horário das 8:00 às 11:15 ou das 13:30 às 16:45 h.

Público Alvo

  • Jovens com 15 e 16 anos;
  • Jovens residentes em territórios com ausência ou precariedade na oferta de serviços e oportunidades com o foco na zona sul e oeste da cidade de São Paulo;
  • Escolaridade mínima 8ª série / 9º ano do ensino fundamental.

Objetivos Gerais

a. Construir a identidade pessoal e profissional dos jovens assistidos em formação técnico-profissional metódica;

b. Promover oportunidades no mundo de trabalho aos jovens, através da contínua capacitação e desenvolvimento de suas habilidades;

c. Facilitar a empregabilidade aos adolescentes de 16 a 24 anos incompletos, através do programa de capacitação que lhes proporcione possibilidades paritárias de ingressar e permanecer, efetivamente, no mercado profissional.

Programa de Educação Profissional propicia apoio e monitoramento da grade escolar de Qualificação Profissional em Técnicas Administrativas.

Este programa fundamenta-se nos termos da lei 8069/90 – Estatuto da Criança e do Adolescente, na CLT para posterior trabalho do adolescente através da lei 10097/2000, na condição de Aprendiz.

Anteriormente a inserção no programa de aprendizagem profissional, o CAMP-Caxingui, proporciona um Programa de pré-qualificação, com habilidades básicas para aprimorar os conhecimentos e habilidades que norteiam e orientam quanto à postura conveniente que se faz necessária frente ao trabalho. O Programa é ministrado trimestralmente durante o ano.

A qualificação profissional está programada com atividades desenvolvidas para a formação do adolescente, respeitadas as condições e necessidades do mesmo, que se encontra em desenvolvimento biopsicossocial.

A preparação e orientação é conduzir o jovem para uma formação capaz de construir caminhos de desenvolvimento de competências, levando-o a saber onde quer chegar para ampliar o seu leque de possibilidades:

  • Derrubar barreiras;
  • Empreender, ter sonhos e meios de concretizá-los;
  • Buscar novas propostas;
  • Estimular ensinando e apresentando novas abordagens para induzir e orientar;
  • Usar ferramentas para que o jovem, em situação de vulnerabilidade, transforme sua realidade e restaure a autoestima;
  • Enfim, proporcionar maiores possibilidades e mais perspectivas levando-os a fazer de um sonho projeto de vida, com ética e atentos aos pontos luminosos.

Os conteúdos gerais mínimos do programa deverão constar de:

  • Noções de cidadania, ética e direitos.
  • Relações interpessoais e ética profissional.
  • Saúde e segurança no trabalho.
  • Reforço de Português.
  • Informática básica.
  • Cidadania e trabalho.
  • Conhecimentos gerais.
  • Pluralidade cultural.
  • Desenvolvimento pessoal.
  • Palestras, filmes, jogos, gincanas, passeios culturais e ilustrativos que reforçam os conhecimentos, derrubando as barreiras e as paredes escolares, ampliando a visão dos jovens e colocando-os frente a uma realidade cultural que não possuem acesso.

Palestras sobre:

  • Dependência química.
  • Prevenção à gravidez na adolescência.
  • Prevenção às doenças sexualmente transmissíveis.
  • Postura profissional.
  • Motivação no trabalho.
  • Empregabilidade.

Além das aulas convencionais são realizadas dinâmicas de grupo, estudos dirigidos, dramatizações, debates, leitura de textos. Incorporamos os jornais com discussões sobre os temas e matérias que informam, reforçam a importância da leitura, lideram tendências, além de proporcionar argumentos nos diálogos e ajudar na interpretação de texto, despertando nos jovens o gosto e o interesse pela leitura.

Este programa propõe ressaltar a importância do convívio com o grupo, com os familiares, com a escola e a comunidade, para que o jovem possa interagir de forma satisfatória, crítica e participativa em todos esses setores, sentindo-se parte integrante e atuante na comunidade em que vive e consequentemente da sociedade.

Saúde

Durante o programa de qualificação profissional todos os adolescentes assistidos são submetidos a questionário clínico, por médico voluntário do CAMP e psicopedagogo.

As questões consideradas nesta abordagem são fundamentais e deverão ser respondidas e assinadas por pessoa responsável pelo adolescente. Identificamos também possíveis problemas de aprendizagem através desta ficha, cruzando com as informações da produção acadêmica do jovem.

Após estes cuidados os jovens que apresentarem algum problema de ordem física serão encaminhados a especialista médico, através do Posto de Saúde do Caxingui’ e da Casa do Adolescente que propicia um atendimento completo ao jovem com especialistas nas áreas médicas.

A parceria e solidariedade destes Postos da Saúde que também proporcionam palestras sobre a Adolescência, além do atendimento médico e odontológico, são fundamentais para garantir qualidade de vida aos jovens assistidos.